Página Inicial Análises Enter the Gungeon: um jogo sobre pegar armas para atirar balas em balas, que atiram balas de volta em você, com armas

Enter the Gungeon: um jogo sobre pegar armas para atirar balas em balas, que atiram balas de volta em você, com armas

por Mr. Thighs
Publicado em Atualizado em 7 minuto(s) de leitura
A+A-
Reset

Enter the Gungeon é uma mistura caótica de elementos de roguelike, bullet hell, permadeath, geração procedural, e armas, muitas armas. Aqui vão minhas opiniões sobre este excelente (e difícil) jogo.

Visão Geral

Em EtG, o papel do jogador é explorar a Gungeon, uma masmorra onde tudo tem a aparência de armas ou coisas relacionadas a armas, desde os inimigos até o cenário, passando de sala em sala afim de sobreviver o máximo de andares possível, enfrentando hordas de inimigos que atiram hordas de projéteis (que às vezes também atiram mais projéteis, lol).

Enter the Gungeon

Gameplay/Mecânica

Ao iniciar o jogo, o jogador é colocado no primeiro andar da Gungeon, e a partir daí o objetivo é derrotar os inimigos em todas as salas, coletar armas e itens, para chegar ao boss do andar atual e progredir até o próximo andar, afim de tentar chegar ao último andar.

Enter the Gungeon

As mecânicas centrais do jogo são essencialmente duas: atirar, e desviar-se/proteger-se dos disparos inimigos. Para atirar, está disponível um enorme arsenal composto de armas comuns como pistolas, escopetas e rifles, mas também armas bizarras com efeitos mais bizarros ainda, incluindo balas que atiram armas, pistolas que atiram balas de canhão, uma pistola de água, a arma de prótons de Ghost Busters, o megabuster de Megaman, e uma arma que atira coquetéis molotov.

Enter the Gungeon

Para sobreviver, o jogador dispõe da movimentação estilo WSAD, além de um movimento de rolar para saltar os projéteis inimigos e não receber dano, que pode ser usado infinitamente e estrategicamente. Sempre que é atingido, o jogador perde um coração (apresentado, claro, na forma de dois cartuchos de munição no formato de coração, hehe), e morrerá quando o último coração for perdido, mas é possível adicionar corações coletando itens e derrotando bosses pelo caminho.

Enter the Gungeon

O jogador também pode usar blanks, outro pickup no formato de cartucho de munição, para remover todos os projéteis inimigos que estiverem em volta, mas o número de blanks é limitado, e o jogador pode obter mais conforme explorar. Também é possível adicionar slots de armadura, que protegem o jogador impedindo que corações sejam perdidos quando dano é recebido. Também é possível derrubar as mesas encontradas no cenário para criar barreiras temporárias contra os projéteis inimigos.

Enter the Gungeon

Explorando o cenário, o jogador pode encontrar armas, mas também itens passivos que causam efeitos distintos nos tiros do jogador, aumentando o dano dos disparos, adicionando mais projéteis, aumentando a quantidade máxima de munição, etc, e itens ativáveis que causam efeitos no cenário, nos inimigos e no próprio jogador. Algumas armas e itens precisarão de chaves ou dinheiro encontrado para acessá-las, pois geralmente estarão atrás de portas ou baús trancados, ou lojas, onde o jogador pode comprar armas, itens e também pickups de corações, blanks e armadura.

Enter the Gungeon

Inimigos vem nos mais diversos e hilários formatos, e claro…são raríssimos os casos em que o design deles não é inspirado em alguma coisa relacionada a armas de fogo. Teremos o cartucho de .50 atirando com rifles de precisão, cartuchos de calibre 12 atirando com escopetas, mas também os inimigos mais tradicionais do gênero, como geléias e cavaleiros sombrios. Todos eles atacarão de maneiras diferentes com patterns diferentes, então o jogador precisará estudar muito bem como os inimigos executam seus ataques e aprender seus movimentos. Bosses são extremamente difíceis, e vão facilmente lotar o cenário com projéteis, oferecendo um bom nível de dificuldade.

Enter the Gungeon

Sendo permadeath, mortes serão frequentes e inevitáveis, mas usando uma moeda diferente, chamada dentro do jogo de Hegemony, obtida derrotando bosses, o jogador pode destravar diversos itens e armas diferentes no lobby do jogo, que passarão a aparecer durante a exploração da Gungeon.

Enter the Gungeon

Há diversos personagens a escolher, 4 deles disponíveis from the start, outros destraváveis, cada um começando com determinadas armas e itens, e um design único.

Audiovisual

O jogo utiliza o estilo visual de pixels para apresentar a arte dos cenários, personagens e armas, e tudo é bem colorido e agradável aos olhos. A OST do jogo é composta por excelentes trilhas no estilo chiptune, e os sons não ficam atrás. Uma ótima experiência audiovisual se você gostar do gênero.

Performance/Bugs

Como o jogo é visualmente simples, rodará sem problemas na maioria das máquinas, até mesmo as menos poderosas. Bugs são bem raros.

Enter the Gungeon está disponível para PC (Windows, Linux e Mac OS), Playstation 4, Xbox One, Nintendo Switch.


Gostou do que leu? Acompanhe a gente nas redes sociais!

Siga Magnaway onde achar melhor: estamos no , , e na .

Usamos cookies para aprimorar sua experiência, como permitir veiculação de anúncios e manter preferências. Aceitar Conferir Política de Privacidade de Magnaway