Página Inicial Análises Sekiro: Shadows Die Twice – O spin-off da série Souls que conquistou todo mundo

Sekiro: Shadows Die Twice – O spin-off da série Souls que conquistou todo mundo

por Mr. Thighs
Publicado em Atualizado em 7 minuto(s) de leitura
A+A-
Reset

Sekiro: Shadows Die Twice é o mais recente título da FromSoftware, criadora da série Dark Souls, revisitando o foco em lutas corpo a corpo e aplicando elementos já conhecidos dos outros games deste estúdio. Aqui vão meus dois centavos sobre este excelente Souls-like.

Visão Geral

O jogador assumirá o papel de Ōkami, o Lobo, um ninja que jurou proteger uma jovem divindade, mas que eventualmente falha em seu dever e acaba perdendo seu braço esquerdo numa luta contra o líder do clã Ashina. Toda a trama do jogo se resume na aventura do personagem principal para recuperar sua honra, e salvar seu jovem mestre das garras do inimigo.

Gameplay/Mecânica

Sekiro emprega diversos elementos diferentes produzindo um formato de jogo bastante distinto que mistura stealth com algumas características Souls-like. Como o personagem é um ninja, todo o cenário é preparado pra que o jogador possa tanto travar combates com inimigos de forma rápida quanto escapar sem deixar rastros.

Sekiro: Shadows Die Twice
“Lhe concedo uma morte rápida”

As lutas no jogo são basicamente combates com katanas, em que tanto o ataque quanto a defesa podem ser decisivos na vitória. Como tradicional, atingir o inimigo com um golpe bem executado causará dano, mas bloquear golpes inimigos causará a quebra da postura do inimigo, deixando seus pontos vitais vulneráveis, permitindo ao jogador executar movimentos de execução que instantaneamente matam o adversário. Ao mesmo tempo, a postura do jogador está constantemente vulnerável também, então é preciso não só calcular o tempo dos golpes e defender-se deles, mas também recuar pra que sua postura fique estável e o combate possa fluir melhor. Alguns chefes precisarão ter seus pontos vitais atacados mais de uma vez para que sejam efetivamente derrotados.

Sekiro: Shadows Die Twice
Só veja o tamanho da espada dessa desgraça.

Ao perder seu braço, Ōkami recebe uma prótese mecânica que lhe confere diversas habilidades, dentre elas usar sua mão prostética como um gancho para escalar locais altos e também adaptar mecanismos úteis em sua jornada, como um lançador portátil de shurikens, um machado, um lança-chamas e um lançador de fogos de artifício.

Sekiro: Shadows Die Twice
Literalmente um guarda-chuva, mas para fins defensivos.

Sendo um ninja, Ōkami não é capaz de enfrentar diversos inimigos ao mesmo tempo, então fugir e utilizar a abordagem furtiva são alternativas caso o jogador esteja cercado. Para isso existe um sistema de AI simplificado que permite ao jogador saber quando sua presença foi descoberta, e também abre espaço para surpreender inimigos com movimentos especiais quando a presença do jogador ainda não foi percebida. Por isso, os mapas do jogo possuem um bom nível de verticalidade, facilitando a navegação pelo cenário sem alertar inimigos, ou ajudando o jogador a improvisar uma rota de fuga, caso a derrota seja iminente. Morrer será uma constante na sua jogatina, portanto não se frustre, a graça está em morrer várias vezes para se acostumar com os movesets dos inimigos e chefes e superá-los com tempo e prática. Por falar em chefes, eles não deixam nada a desejar no aspecto de dificuldade e oferecerão batalhas bastante desafiantes que levarão muitas tentativas para serem vencidas.

Sekiro: Shadows Die Twice
“You came to the wrong neighborhood, motherfucker!”

A exploração dos mapas também é um elemento essencial, pois espalhados pelas diversas áreas do jogo estão itens especiais que ajudarão a manter sua energia em dia, que irão expandir as possibilidades do braço prostético, e que ampliarão as capacidades de combate de Ōkami. Conforme o jogador explorar novas áreas encontradas, é possível encontrar estátuas que funcionam como recarga de itens de cura, manutenção de skills e também como pontos de fast travel, permitindo que você vá diretamente a determinados pontos de cada um dos mapas.

O dinheiro do jogo, Sen, é obtido explorando o mapa, e também derrotando inimigos. Pode ser usado em determinados locais para comprar itens que vão desde ativáveis até informação sobre outras áreas pra que o jogador antecipe determinadas situações que viverá no jogo. Ao morrer, uma parte deste dinheiro é perdida, assim como uma parte do progresso do acúmulo de experiência (há uma chance pequena disto não acontecer). Uma vez por recarga numa das estátuas Ōkami pode ressucitar após ser morto se o jogador assim quiser.

Um sistema de skills também está disponível, que pode ser utilizado para destravar movimentos e habilidades especiais para aumentar suas chances de sobrevivência.

Sekiro: Shadows Die Twice
Uma das diversas skill trees do game.

Gráficos/Sons/Música

sekiro2
Praise the sun.

Visualmente o jogo é bastante bonito, com texturas bem feitas e cenários esculpidos com bastante preocupação com os detalhes.

Sons e música também são otimamente trabalhados, a música sofre influência direta da ambientação oriental, o que torna a experiência muito agradável aos fãs da cultura oriental/japonesa em geral.

Performance/Bugs

O jogo suporta máquinas e hardware top de linha, mas pode ser configurado com uma variedade de opções gráficas diferentes, então pode se adaptar a qualquer máquina desta geração. Em minha rig mobile não tive problemas sérios para rodar o jogo.

Os bugs existem, mas são raros

Observações Importantes

  • Toda a dublagem original do jogo foi feita em Japonês, mas o jogo inteiro está localizado para o Português do Brasil.
  • Não há multiplayer.
  • É recomendado, como tradicional nos outros games da FromSoftware, o uso de joystick, mas usuários de teclado e mouse podem se adaptar facilmente aos controles do jogo.

Gostou do que leu? Acompanhe a gente nas redes sociais!

Siga Magnaway onde achar melhor: estamos no , , e na .

Usamos cookies para aprimorar sua experiência, como permitir veiculação de anúncios e manter preferências. Aceitar Conferir Política de Privacidade de Magnaway