Página Inicial Análises Análise de Ghost of Tsushima VERSÃO DO DIRETOR no PC: uma maravilha que facilmente recomendo

Análise de Ghost of Tsushima VERSÃO DO DIRETOR no PC: uma maravilha que facilmente recomendo

por Franklin Magno
12 minuto(s) de leitura
A+A-
Reset

Ghost of Tsushima chegou ao PC recentemente, sendo o jogo do PlayStation que estava no aguardo há anos, desde seu lançamento ao PlayStation 4 em 2020. E sendo bem sincero, este jogo superou minhas expectativas e se tornou meu jogo do PlayStation favorito.

O motivo? Bem… Os motivos bem resumidos são: história boa, mesmo considerando alguns fiascos em certas partes, gameplay e gráficos satisfatórios, tudo acompanhado de uma trilha maravilhosa e bastante missão única, desconsiderando tarefas que chegam a repetir, é claro.

Jogar Ghost of Tsushima no PC foi uma experiência que com toda certeza recomendo, tendo como resultado disso cerca de 50 horas de jogo, que definitivamente foram ótimas pra mim, então confira os detalhes abaixo.

HISTÓRIA DE GHOST OF TSUSHIMA

A história de Ghost of Tsushima é boa, mesmo considerando algumas partes bem toscas, como dito anteriormente. Além disso, há contos míticos e secundários espalhados pelo mapa. Esses contos em sua maioria são ótimos, tendo alguns repetidos e chatos.

Para terminar a campanha, sem “rushar”, considerando liberar as duas primeiras ilhas conforme progresso, foram cerca de 40 horas de jogo, jogando na dificuldade díficil, que é a que recomendo para jogar logo de início.

E diferente do que experienciei recentemente com Horizon Forbidden West (confira a análise aqui) este ano no PC, Ghost of Tsushima tem um ótimo progresso de personagem, mesmo quando jogado nessa dificuldade. Afinal, quanto mais você avança e melhora seu samurai, certos inimigos mongóis passam a ser moleza, e progredir pelo mapa se torna mamão com açúcar.

Mas, sim, Ghost of Tsushima tem bastantes coletáveis e tarefas repetidas espalhadas pelo mapa, que se baseiam em desbloquear vilarejo, fazenda ou algum posto tomado pelos mongóis, além de completar outras coisas, como o treino de Samurais com Bambus e encontrar santuários, principalmente os das raposas.

Dependendo do que você está tentando completar, a quantidade pode ser massiva, bem exagerado, como os 49 santuários de raposas no mapa de Tsushima. Felizmente, isso pode ser simplesmente ignorado pelo jogador, focando apenas nos itens necessários e conforme encontrados ao decorrer da campanha. Mas caso queira ficar com maior determinação e vida, será necessário um pouco mais de esforço.

Caso opte por ignorar boa parte dessas tarefas, talvez suas horas de jogo diminuam bastante, porém ainda acredito que o jogo possui muito conteúdo original com suas missões principais e secundárias.

Eu, por outro lado, pude completar os mapas sem grandes problemas e confesso que não esperava por isso, já que ultimamente há jogos que me saturaram ao extremo, como Mafia 3, Far Cry 6 e Horizon Forbidden West. Ghost of Tsushima foi por outro caminho e me deixou com vontade de explorar toda a ilha de Tsushima.

DLC de história

Ghost of Tsushima possui a edição VERSÃO DO DIRETOR (em inglês, Director’s Cut), que disponibiliza o jogo base mais a DLC pós campanha situada na ilha Iki. Sim, é um conteúdo que, embora fique acessível a partir de certa parte de sua campanha do jogo base, seja recomendado jogar após ela, talvez porque a dificuldade seja bem maior.

O conteúdo da DLC disponibiliza facilmente cerca de 5 horas de jogo, considerando completar todas as missões sem pressa alguma. É um adicional muito bom e que gostei, por sinal. Acrescenta boa história ao personagem e, caso busque 100%, pode se tornar uma jogatina de no mínimo 10 horas. É claro, com repetições, mas em sua minoria, na parte de missões. O novo conteúdo conta também com novos coletáveis, tarefas e minijogos.

Modo Legends

Ghost of Tsushima tem um modo adicional, chamado de Legends, no qual é basicamente multiplayer.

De acordo com a própria Sony, “Ghost of Tsushima: Legends é uma experiência multiplayer cooperativa inspirada em contos folclóricos e na mitologia do Japão. Escolha uma das quatro classes — Samurai, Caçador, Ronin ou Assassino — e jogue com amigos ou organize partidas online em uma série de missões da história para dois jogadores ou nas missões de sobrevivência contra levas de inimigos para quatro jogadores. Ghost of Tsushima: Legends pode ser baixado gratuitamente por quem possui Ghost of Tsushima.”

Infelizmente ou não, não tive e continuo sem interesse de jogar tal modo, mas talvez seja um adicional para você.

GRÁFICOS

Jogar Ghost of Tsushima é maravilhoso. Gostei muito dos gráficos e da ambientação de Ghost of Tsushima, sendo basicamente um colírio pros olhos.

O jogo não usa fotorrealismo e tem sua própria identidade visual, com boa arte e capricho em detalhes pelos mapas.

Parece exagero, certo? Mas não é. Eu não sou jogador de ficar olhando como está o render de pedras e árvores, mas sim o quão agradável artisticamente um jogo pode ser. E Ghost of Tsushima, como já dito, faz isso com esmero.

TRILHA SONORA E SOM

A trilha sonora é excelente, não tem como errar. É sério, eu gostei bastante. Além disso, a qualidade sonora é muito boa, especialmente durante o combate.

O jogo possui dublagem em português, que, infelizmente, não consegui jogar. Acredito que por ter assistido Xógum, a série da Star+, acabei me empolgando em jogar Ghost of Tsushima em Japonês também.

COMBATE

Aqui é onde o melhor do jogo se encontra. Que “surpresa”, certo? Por isso adorei o combate de Ghost of Tsushima. É a melhor parte do jogo pra mim.

Jin, o samurai ou então Fantasma de Tsushima, melhora e melhora muito bem ao decorrer da campanha. O combate eleva para a diversão completa quando você desbloqueia mais habilidades, com finalizações, combos e armas e ferramentas que, no fim, tornam ainda mais prazeroso jogar.

Conforme você consolida sua lenda por toda Tsushima ao decorrer da campanha, Jin libera pontos de técnicas, podendo distribuir em diversos lugares, como novas posturas e uso de armas fantasmas, tipo arremesso de Kunais e uso de bombas e zarabatana para envenenar e causar o caos entre os mongóis.

BUGS E DESEMPENHO

Não há bugs de progresso ou pelo menos não tive problemas com isso, felizmente. No entanto, há problemas que podem ocorrer durante combate, como inimigos entrando em objetos no cenário durante combos. Mas felizmente não encontrei problemas em missões, diálogos entre outros.

Agora se tratando do desempenho no PC, esse sim passa a ser inconsistente, igual a experiência que tive com Horizon Forbidden West, também portado pela Nixxes.

O problema é que quanto mais tempo você continua jogando, pior o desempenho vai ficando. E neste jogo, o FPS cai simplesmente para a casa dos 18 FPS e continua fixo nisso. A solução: reiniciar o jogo ou mudar o preset gráfico e voltar ao que estava anteriormente. Motivo? Não faço ideia nem quero saber, pra ser sincero. Mas é um problema que ocorre com esses jogos e talvez não ocorra com você, espero.

No melhor dos casos, recomendo que você veja vídeos de desempenho no Youtube. Porém, sendo bem sincero, esses benchmark geralmente são apenas alguns momentos em certas partes do jogo, não abordando o real desempenho, como gosto de citar.

Campanha completa no Youtube

Além disso, temos a campanha completa no Youtube. Caso tenha interesse, confira abaixo o primeiro vídeo para ter ideia de como o jogo está no PC.

Conclusão

O que me resta é esperar, quem sabe um dia, por Ghost of Tsushima 2.

Ghost of Tushima está disponível no PlayStation 4 e PlayStation 5 e para PC através da Epic Games Store e Steam.

A cópia do jogo foi cedida pela Nuuvem. Agradecemos!

Compre na Nuuvem com desconto

Sendo parceiros da Nuuvem, você pode comprar Ghost of Tsushima Director’s Cut ou gift cards da sua plataforma na Nuuvem e parcelar em até 6x sem juros. O jogo está atualmente com desconto de 10% para o PC. Acesse os links da Nuuvem para saber mais.


Gostou do que leu? Acompanhe a gente nas redes sociais!

Siga Magnaway onde achar melhor: estamos no , , e na .

Usamos cookies para aprimorar sua experiência, como permitir veiculação de anúncios e manter preferências. Aceitar Conferir Política de Privacidade de Magnaway