Página Inicial Análises Resident Evil 4 Remake: análise completa e livre de spoilers

Resident Evil 4 Remake: análise completa e livre de spoilers

Uma releitura fiel e emocionante do clássico de terror

por Franklin Magno
Publicado em Atualizado em 7 minuto(s) de leitura

Resident Evil 4 sempre ocupou um lugar de destaque para mim dentro da franquia Resident Evil. Ao jogar Resident Evil 4 Remake, senti uma nostalgia sem fim, já que este jogo fez parte da minha adolescência no PlayStation 2. Após quase uma década sem jogá-lo, é emocionante vê-lo reformulado com uma jogabilidade muito melhor. Não há como não recomendá-lo.

Dado que não quero arruinar sua experiência, não entrarei em grandes detalhes quanto à algumas partes do jogo, principalmente se já tiver conhecimento do que acontece no jogo original.

Se você nunca jogou Resident Evil 4, não se preocupe. Embora eu recomende jogar o jogo original antes, a história se resume basicamente na busca de Leon pela filha do presidente dos EUA, Ashley, que foi sequestrada e cujos rastros levam Leon a uma vila na Espanha.

Resident Evil 4 é dividido em três mapas, aos quais o Vilarejo e Castelo estão bem construídos, mesmo que algumas partes do Castelo possam ser consideradas entediantes. O jogo original já possuía uma excelente atmosfera, mas com os gráficos atuais da RE Engine, a imersão é ainda maior. A iluminação também contribui para que o terror seja constante durante toda a campanha, e o som 3D ajuda bastante, especialmente na hora de enfrentar o Regenerador.

Outro aspecto que adiciona ainda mais à imersão em Resident Evil 4 Remake são os puzzles do jogo. Eles estão presentes em diversos momentos da campanha e variam em complexidade e desafio de acordo com a dificuldade selecionada. Alguns são mais simples e envolvem encontrar chaves ou itens específicos, enquanto outros exigem um pouco mais de dedução e raciocínio lógico. A Capcom foi capaz de refazê-los com um toque genial, já que alguns usam cenário do próprio jogo, e graficamente estão melhores.

A Capcom também fez uma ótima adição ao permitir mais missões para o Mercador e itens de troca com uso de espinélio, assim como com seu minigame, que é disparado o melhor. Além disso, se você for daqueles jogadores que rejogam diversas vezes, divirta-se, pois os desafios estão excelentes e garantem mais horas de jogo. Terminei a primeira jogatina com cerca de 25 horas, buscando fazer 100% de todos os mapas. Diferente dos outros jogos da franquia, pretendo rejogar mais vezes Resident Evil 4 Remake. Isso é necessário se você pretende desbloquear todas as conquistas/troféus.

Resident Evil 4 Remake: Ashley

Além disso, a personagem Ashley foi muito bem retrabalhada em Resident Evil 4 Remake. Ela deixou toda a chatice de lado e se tornou mais participativa durante a jogatina, inclusive na parte em que se torna jogável, que foi significativamente melhorada neste Remake. A necessidade de curá-la se foi, por mais que ainda seja necessário tomar cuidado com ela, como as tentativas dos ganados de a levarem embora.

Outras mudanças bem-vindas incluem algumas surpresas para os fãs, como a alteração na participação de Luis, que ficou excelente, e os “baits” da Capcom, que deu muito certo ao insinuar algumas coisas. Essas mudanças adicionais acrescentam ainda mais valor à experiência de jogo.

A jogabilidade de Resident Evil 4 Remake está ainda melhor do que a original. Agora, é possível andar enquanto atira, o que é essencial hoje em dia. Além disso, a possibilidade de usar a faca para aparar os ganados é uma adição prazerosa ao jogo. No entanto, o uso da faca para defender o ataque do “cara da motoserra” é sacanagem, né? Esse é o ponto mais fraco do jogo, independente de qual faca você use e o gasto que ela vai sofrer dependendo da dificuldade, já que não faz sentido e quebra a lógica do jogo.

Os ganados, por sua vez, estão mais espertos e agressivos, com uma IA mais intensa. Por isso, recomendo jogar na dificuldade mais alta, “Intenso”, logo na primeira jogatina para que o fator survival horror seja mais presente e ideal.

Em relação à dublagem, Resident Evil 4 Remake conta com uma ótima qualidade, mas pode não agradar a todos os gostos. Algumas vozes, como a de Leon, podem causar estranheza em alguns jogadores, mas isso é uma questão de adaptação pessoal. Algo que aconteceu comigo.

O desempenho de Resident Evil 4 Remake é questionável. Ele é semelhante ao de Resident Evil Village, que, por sua vez, no lançamento, já apresentava problemas de desempenho devido ao uso de Denuvo. Para quem não sabe, Denuvo é uma tecnologia antipirataria que tem sido bastante utilizada em jogos recentes, mas que é conhecida por ter um impacto negativo no desempenho, especialmente em jogos que exigem mais do hardware do PC, que é a plataforma na qual joguei.

Embora alguns problemas de desempenho tenham sido corrigidos com o tempo, acredito que o uso do Denuvo seja a razão por trás do desempenho instável de Resident Evil 4 Remake. Se você tiver dúvidas, basta conferir os requisitos de Resident Evil 4 Remake para PC.

Lembrando que Resident Evil 4 Remake foi lançado com a campanha do jogo base, sem a campanha adicional Separate Ways, o que receio que esse conteúdo acabe chegando como DLC, talvez paga. Modo Mercenários deve chegar futuramente. Agora, se considerarmos o que a Capcom fez com Resident Evil Village, ao cobrar por adicionar nova perspectiva e conteúdo do Mercenários, junto com a campanha adicional Sombras de Rose da Expansão de Winters, o que impede da empresa cobrar por algo retirado do jogo original até então? Pois é.

Resident Evil 4 Remake está disponível para PlayStation 4 e PlayStation 5, Xbox Series X|S e PC através da Steam.

Para mais informações, visite o site oficial de Resident Evil 4 Remake.


Acompanhe Magnaway nas redes sociais

Quer ficar por dentro das últimas novidades, além de nos mostrar apoio? Siga Magnaway onde achar melhor: estamos no , , e na !

Usamos cookies para aprimorar sua experiência, como permitir veiculação de anúncios e manter preferências. Aceitar Conferir Política de Privacidade de Magnaway