Página Inicial Análises Análise | Review de Stray: essencial para amantes de gatos

Análise | Review de Stray: essencial para amantes de gatos

Ajude o gatinho a encontrar o caminho para casa numa aventura curta e satisfatória

por Franklin Magno
Publicado em Atualizado em 9 minuto(s) de leitura
A+A-
Reset

Lançado esta semana para PC, PlayStation 4 e PlayStation 5, Stray oferece uma excelente aventura na qual um gatinho precisa encontrar o caminho de volta para casa. É um título extremamente gostoso de jogar do início ao fim e possui um ritmo muito bom. Por mais que seja curto, tive uma experiência satisfatória ao terminá-lo.

O tempo de jogo de Stray irá depender do seu estilo de jogo. De modo geral é um título curto, que tem uma duração por volta das cinco (5) horas, podendo ser maior se o jogador explorar e fazer o máximo de interações possíveis por todo jogo.

Nesse caso, como foi o meu, o tempo de jogo foi de quase sete (7) horas, o que é relativamente curto, mesmo considerando que fiz muita coisa até terminá-lo, mas nem tudo. As buscas por colecionáveis/coletáveis, como memórias do B-12, além das conclusões de missões paralelas ajudam a aumentar esse tempo, algo que fiz bastante.

Pretendo terminar Stray mais duma vez, principalmente pelas conquistas que, no mínimo, exigem terminá-lo duas vezes. Desse modo, você pode acabar por interagir com algo que tenha passado despercebido antes e acrescentar ainda mais sua experiência final com o jogo. Recomendo tirar o máximo proveito ao jogá-lo pela primeira vez.

Então, muito disso vai depender muito de você. Como já dito antes, embora curto, a experiência de jogo é genuinamente ótima, o que pra mim faz de Stray um título recomendadíssimo, ainda mais aos amantes de gatos.

Encontre o caminho para casa

Captura de tela de Stray
Uma família fofinha de gatos

Em Stray, após ter se separado de sua família no início, você acaba encontrando uma antiga cidade cibernética e precisa desvendar seus mistérios para ajudar o gato de rua fofinho a encontrar o caminho para casa. Durante essa tentativa de voltar para casa, você ativa e ajuda uma IA, com o nome de B-12, que será seu novo amigo e te ajudará a desvendar os mistérios da cidade e voltar para casa.

B-12 assume um papel importante na aventura, afinal, é ele quem te ajuda a entender tudo ao redor, com a capacidade de te auxiliar com as interações com os robôs da cidade e te estimular a descobrir mais sobre o lugar, com quebra-cabeças e buscas por itens ou segredos espalhados.

Jogabilidade relaxante e gostosa de jogar

Ver o anúncio dum jogo no qual controlo um gatinho me deixou muito a fim de jogá-lo. E algo que mais gostei do jogo é sim a gameplay. É muito bom jogar Stray.

Stray, no entanto, não se trata apenas de andar com um gatinho pela antiga cidade, o jogo também irá apresentar perigos ao felino, que por sua vez fará proveito de sua agilidade para fugir de criaturinhas, conhecidas como Zurks, além de outras coisas, durante o jogo. O título apresenta meios de se defender também.

Gameplay da lanterna contra Zurks em Stray
Combatendo Zurks

Sair correndo e interagir pelo mapa no jogo é muito relaxante e o título foca mais nisso, no jogador tendo a imersão necessária e querer explorar os arredores, encontrando principalmente segredos pelo mapa. O foco que Stray tem é de entregar uma gameplay gostosa de jogar, sem grandes desafios, o que sinceramente acredito contribuir muito com a experiência final.

No fim, a qualidade do jogo é notável, os cenários são ótimos e oferecem diversas maneiras do jogador se locomover com o felino e descobrir locais. Além disso, cada vez mais a atmosfera que o jogo passa ao jogador vai se superando ao mesmo tempo que a trilha sonora se sobressai, acompanhadas também das perseguições, que são muito boas.

Stray, em sua essência, é o resultado dum excelente jogo de amantes para amantes de gatos.

Stray vale a pena por esse preço?

Isso depende muito de você. De como você joga ou pretende jogar Stray. No meu caso, já joguei títulos mais curtos, como INSIDE, que no fim estava satisfeito com a experiência. É importante ressaltar que a versão de PC tem o melhor preço, com uma conversão mais justa e perto do preço regional dum jogo de 30 dólares. Se puder esperar, principalmente pelo preço nos consoles, um desconto nunca deixa a desejar, certo?

Experiência final

Fatores gerais da minha experiência:

  • Quase sete horas relaxantes de jogatina;
  • Foco maior na exploração e interações deixou o jogo melhor e ideal;
  • Embora curto, julgo suficiente todo conteúdo apresentado pelo jogo e assim como Shelter, INSIDE, Endling e LIMBO – títulos curtos incríveis -, Stray oferece uma ótima experiência de jogo ao jogador, principalmente para quem ama gatos, como já dito anteriormente, por isso acredito que o jogo se torne obrigatório para esse público.

De maneira geral, a experiência que tive com Stray foi ótima e satisfatória, e por conta disso fica impossível não recomendá-lo. Como sempre, devido à duração de jogo, optei por não revelar tanto da história para que sua experiência seja a melhor possível.

Capturas de tela de Stray

Confira abaixo algumas capturas de tela do jogo. Todas livres de spoiler para a análise de Stray.

Observação e agradecimento

Obrigado por ter lido até aqui. Espero ter sido útil, e que você tenha uma ótima jogatina!

Stray está disponível para PC, via SteamPlayStation 4 e PlayStation 5. Acesse o site oficial do jogo para mais informações.

Gostou do que leu? Acompanhe a gente nas redes sociais!

Siga Magnaway onde achar melhor: estamos no , , e na .

Usamos cookies para aprimorar sua experiência, como permitir veiculação de anúncios e manter preferências. Aceitar Conferir Política de Privacidade de Magnaway