Página Inicial Análises Review | Análise de Noita: um roguelite criativo com alquimia, feitiços e 1001 jeitos de morrer!

Review | Análise de Noita: um roguelite criativo com alquimia, feitiços e 1001 jeitos de morrer!

por Mr. Thighs
Publicado em Atualizado em 10 minuto(s) de leitura
A+A-
Reset

Há muito tempo, apareceu na internet um jogo que se baseava em simulação de substâncias, que continha diversos tipos de pincéis que possibilitavam pintar a tela com diversos materiais como fogo, água, ácido, pedra e outros, e desta forma era possível fazer com que os materiais reagissem entre si de forma realista, como água apagando fogo, ácido corroendo metais e lava solidificando quando em contato com água.

Em 2019 o estúdio Nolla Games, localizado na Finlândia, teve a ideia muito criativa de pegar esse conceito e agregar a um roguelite, e adicionar uma pitada de feitiçaria e um alto grau de dificuldade. Assim nasceu Noita, e aqui vão minhas opiniões sobre este jogo que parece simples, mas está muito longe de ser!

Visão Geral

Em Noita, você assume o papel de uma bruxa (“Noita”, no Finlandês, significa literalmente “Bruxa”), que acorda em um mundo desconhecido, e deve explorá-lo para adquirir novas varinhas mágicas e feitiços, enfrentar diversas criaturas místicas e encontrar pergaminhos antigos.

O game é sobre sobreviver, o máximo possível, sobre construir varinhas combinando feitiços de diversos tipos diferentes, e também sobre criar novos materiais combinando uma variedade de materiais básicos encontrados no amplo mundo do jogo.

Captura de tela de Noita

Gameplay/Mecânicas

Noita é um roguelite, portanto, é fortemente baseado em diversas características-chave deste gênero, como ênfase em exploração, permadeath, itens espalhados pelo mundo, progressão, inimigos fortes, biomas, mas com a adição de elementos como varinhas mágicas que podem ser modificadas pelo jogador, adicionando feitiços a elas, e também com a diferença de o mundo inteiro do jogo ser feito de materiais sólidos, líquidos e gasosos, que reagem de forma realista entre si.

Para se movimentar, é possível andar para os dois lados, e utilizar o poder de levitação do personagem para cruzar barreiras e subir até áreas mais altas. Além do movimento mais convencional, uma habilidade bem interessante é o chute. Sim, seu personagem é capaz de dar chutes, afastando objetos móveis, e até mesmo causando dano em inimigos. E, claro, usando varinhas mágicas, o personagem é capaz de atirar seus feitiços contra inimigos, ou mesmo contra o cenário. Também é possível coletar itens, largá-los no caminho, e interagir de formas específicas com alguns deles, por exemplo despejar o conteúdo de uma poção para tirar proveito do material que ela contém.

Captura de tela de Noita

Diversas criaturas populam o mundo do jogo. Há os tradicionais zumbis, morcegos, aranhas e slimes, mas muitas das criaturas que você encontrará são inspiradas nas mitologias finlandesas, como a raça hiisi, que é capaz de manipular armas de fogo e explosivos, e por isso lhe atacarão com escopetas e metralhadoras. Também há os magos elementais, que te atacarão com bolas de fogo explosivas, feitiços que tiram temporariamente a visão periférica de seu personagem, assim como projéteis mágicos que fazem você se teletransportar de um lugar a outro.

Essas criaturas serão a sua principal fonte de dinheiro no jogo, pois uma vez derrotadas pelos feitiços de seu personagem, deixarão pra trás ouro, que pode ser coletado e posteriormente utilizado para comprar feitiços ou varinhas novas. O ouro deixado varia conforme a energia do inimigo, sendo que as criaturas mais fortes geralmente recompensam o jogador com quantidades maiores.

Os inimigos no jogo são implacáveis, e não hesitarão em te transformar em poeira jogando todos os tipos de projéteis contra você, ou mesmo lhe atacando com os próprios punhos se você chegar muito perto. Morrer será uma experiência bastante comum, e bem, é preciso estar preparado para isso para entender a lógica de Noita e se divertir com isso.

Captura de tela de Noita

Para se defender dessas criaturas, o jogador dispõe de uma enorme gama de feitiços, que podem ser combinados de modo a criar efeitos únicos. Cada feitiço possui características como dano base, alcance, velocidade, etc, e também podem ser subdivididos em dois tipos principais: feitiços convencionais, que geralmente incluem um projétil que pode ser disparado ou mesmo um efeito estático, e modificadores, que alteram o comportamento dos feitiços convencionais.

Dentre os diversos feitiços do jogo, você encontrará bolas de fogo, chuvas ácidas, bombas, dinamite, esferas mágicas, trovões, bolas pegajosas, projéteis congelantes, raios laser, flechas e bombas nucleares. Já os modificadores incluem duplicar feitiços, adicionar trilhas elementais a eles, alterar caoticamente suas trajetórias quando no ar ou mesmo fazendo-os viajar em zigue-zague.

Cada varinha virá com um determinado número de slots, que podem conter tanto feitiços convencionais quanto modificadores, e desta forma é possível criar combinações únicas para atender aos mais variados propósitos, desde aumentar o dano dos feitiços até fazer com que eles sejam disparados em sequência.

Captura de tela de Noita

Mas sim, não vamos esquecer das poções e das substâncias místicas! Noita tem um complexo sistema de alquimia e materiais que podem ser manipulados de diversas maneiras diferentes para atingir objetivos específicos. Água, por exemplo, previne que você pegue fogo, já o contato com lava irá instantaneamente incendiar criaturas ou materiais que possam pegar fogo. Estar molhado com urina faz com que seu personagem receba maior dano crítico, e estar coberto com líquido radioativo causará pequenas quantidades de dano periódico ao personagem. Ácido e outras substâncias corrosivas reagirão com substâncias sólidas, corroendo-as e convertendo-as em gases.

Jogar água em líquido radioativo irá purificá-lo, transformando-o em água comum e quando o fogo entra em contato com a água, vapor é produzido, e quando lava e água entram em contato, rocha vulcânica é naturalmente produzida. Tais reações podem ser usadas como um elemento de jogabilidade, como, por exemplo, criar uma ponte improvisada sobre um grande rio de lava usando nada mais do que um frasco com água, ou mesmo abrir um buraco para escapar de uma situação difícil ou alcançar um item valioso usando um frasco com ácido.

Além das substâncias mais comuns como água, óleo, lava, sangue e outros, também há as substâncias mágicas que causam efeitos mais, digamos, distintos. O berserkium, por exemplo, causará um status que aumenta o dano de seus feitiços, amplificando também as explosões causadas por eles, o teleportatium fará com você se teletransporte de um ponto a outro do mapa, o feromônio pode eventualmente evitar que inimigos te ataquem, a polymorphine, por sua vez, pode causar mutações bem bizarras em todas as criaturas que entrarem em contato, e a ambrosia lhe dará proteção contra todos os tipos de dano enquanto estiver coberto nela.

Captura de tela de Noita

Audiovisual

Noita é desenvolvido em um motor gráfico baseado em pixels, portanto, seu estilo gráfico emprega a pixelart como lógica visual principal, mas nem por isso peca nesse aspecto, pois os ambientes do jogo são bastante detalhados, coloridos e bonitos, evidenciando o esforço colocado pela equipe de arte do jogo.

Para dar um efeito mais vibrante, efeitos básicos de luz e brilho são empregados, dando autenticidade à premissa de magia do game e tornando os ambientes muito convidativos a explorar.

Já no aspecto de áudio, o jogo emprega efeitos bastante característicos e originais, inclusive com vocalizações e outros sons produzidos pela própria equipe de desenvolvimento. A trilha sonora do jogo foi inteiramente gravada em um formato que mistura efeitos eletrônicos, e uma banda com diversos instrumentos acústicos, e uma pegada bastante psicodélica, que combina inteiramente com a premissa e ambientação do game.

Singleplayer Only

Infelizmente Noita foi concebido para ser uma experiência de um único jogador, desta maneira todos os modos de jogo inclusos implicam em jogar sozinho, mas não é por isso que o jogo deixa de ser divertido, pois a quantidade de conteúdo disponível é bastante grande, e apesar de uma parte do progresso ser perdida ao morrer, também estão inclusas funcionalidades que garantem um progresso mais permanente na exploração e descoberta do que o jogo tem a oferecer.

Bugs/Performance

O motor gráfico de Noita é baseado no poder de processamento da CPU, e utilizará muito pouco sua GPU, então uma boa CPU é altamente recomendada para rodar o game com um desempenho satisfatório. Cada pixel no jogo é sujeito a cálculos em tempo real, então não é muito raro acontecerem picos de consumo de processamento quando a tela contém muitas partículas renderizadas. Apesar disso, o game tem ótima performance para a quantidade de elementos que pode manipular simultaneamente, e até mesmo máquinas medianas poderão rodá-lo sem grande problemas.

Atualmente o game é bastante estável, mas eventualmente pode sofrer com alguns crashes e quedas de taxa de quadros, mas em minhas quase 600 horas jogando, isso aconteceu pouquíssimas vezes.

Mods

Por vir com uma API para mods própria extremamente extensa e flexível, o jogo possui uma grande comunidade de modders e uma biblioteca enorme de conteúdos que terão a tendência de imortalizar o jogo ao longo do tempo. As duas principais e mais populares fontes de mods para Noita podem ser conferidas nos links abaixo:
https://steamcommunity.com/app/881100/workshop/

https://modworkshop.net/game/noita

Eu inclusive faço parte dessa comunidade e já lancei meus próprios projetos de mods nas duas plataformas, dê uma conferida neles também :).

Noita está disponível para PC (Windows e Linux).


Gostou do que leu? Acompanhe a gente nas redes sociais!

Siga Magnaway onde achar melhor: estamos no , , e na .

Usamos cookies para aprimorar sua experiência, como permitir veiculação de anúncios e manter preferências. Aceitar Conferir Política de Privacidade de Magnaway